Notícias

Ciclistas pedalam uma semana para venerar o Sangue de Cristo na Itália

reliquiasA Basílica de Santo André, em Mântua, norte da Itália, reliquias.jpgcustodia uma das relíquias mais preciosas da Igreja, dois vasos sagrados que segundo a tradição contêm o sangue de Cristo, levado a Mântua pelo centurião romano Longinos. A Basílica atual é uma reedificação renascentista de uma antiga igreja, e foi pensada essencialmente para acolher a multidão de peregrinos que iam a render culto à preciosíssima relíquia.

Peregrinos ciclistas, partiram no dia 07 de agosto da pequena cidade mais ao norte de Mântua, Calalzo, estiveram durante uma semana pedalando para venerar as relíquias: "Verdadeiramente -explica Mario Marchi, presidente da Associação promotor da iniciativa piedosa e esportiva- não inventamos nada: simplesmente seguimos os passos dos peregrinos medievais que de Carnia, do Cador e do Tirol desciam a Garda, e daí ao longo do Mincio até Mântua, para venerar suas relíquias. Hoje este percurso é uma mescla de oito faixas para ciclistas, um itinerário de Fé, natureza e cultura que atravessa o Vêneto, Alto Adige, Trentino e Lombardia".

Os peregrinos-ciclistas foram recebidos na prefeitura e por várias personalidades da cidade.

"Estes amigos nos convidam a utilização de meios de transporte que respeitam a natureza e oferecem, como no passado, momentos apropriados para a reflexão e o diálogo", destacou o Bispo de Mântua, Roberto Busti. O prelado também assinalou que a nova iluminação da Basílica, completamente restaurado, "nos permite ver melhor os ciclos pictóricos que nos podem levar a grandeza do mistério do Sangue de Cristo, o testemunho do amor e da infinita misericórdia divina para o homem de todos os tempos". (GPE/EPC)

Fonte: gaudiumpress.org