Notícias

Papa "abraça" fiéis perseguidos, reza pela "paz na Europa e no mundo" e recorda "com trabalho não se brinca"

1 0 823101Nas saudações nas várias línguas, no decorrer da audiência geral desta quarta-feira, o Papa Francisco fez vários apelos e referências especiais.

Aquando das saudações em língua árabe o Santo Padre dirigiu-se em especial aos fieis do Iraque assegurando a sua proximidade:

"Estais no coração da Igreja!" - disse o Papa com grande vigor e comoção. "A Igreja sofre convosco e orgulha-se de vós, orgulha-se de ter filhos como vós. Vós sois a sua força e o testemunho concreto da sua mensagem de salvação de perdão e de amor. Abraço-vos a todos, todos!". “O Senhor vos abençoe a todos” – concluiu o Papa.

Na saudação aos peregrinos de língua polaca recordou que nestes dias em muittas cidades da Polónia se comemoram os 75 anos do início da 2ª Guerra Mundial.

"Confiemos à misericórdia de Deus todos os que deram a vida por amor da pátria e dos irmãos e invoquemos o dom da paz para todas as nações da Europa e do mundo. Especialmente hoje em dia temos necessidade da paz!"

Entretanto, nas saudações em língua italiana o Santo Padre apelou, mais uma vez, para ser encontrada uma solução justa para os vários problemas laborais na Diocese de Terni com a empresa Thyssenkrupp.

"Não prevaleça a lógica do lucro, mas sim a da solidariedade e da justiça" - pediu o Papa, muito aplaudido. "No centro de toda e qualquer questão, também laborativa, há que pôr sempre a pessoa e a sua dignidade - acrescentou ainda. Com o trabalho não se brinca!" (RS)

Fonte: Radio Vaticana