Notícias

Papa convida jovens para Reunião pré-sinodal

EPA2627584 Articolo
Cidade do Vaticano (RV) - Antes de concluir a Audiência Geral nesta quarta-feira na Praça São Pedro, o Papa Francisco anunciou que de 19 a 24 de março de 2018, a Secretaria-Geral do Sínodo dos Bispos convocou uma reunião pré-sinodal à qual estão convidados jovens de diferentes partes do mundo: jovens católicos e jovens de diversas confissões cristãs e de outras religiões; também jovens não crentes.

"Esta iniciativa se insere no caminho de preparação para a próxima Assembléia Geral do Sínodo dos Bispos, que será sobre o tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional” em outubro de 2018. Com tal caminho, a Igreja quer colocar-se à escuta da voz, da sensibilidade, da fé e também das dúvidas e críticas dos jovens. Por isso, as conclusões da Reunião de março serão transmitidas aos Padres Sinodais".

Em uma nota a Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos afirma que esta iniciativa permitirá aos jovens de exprimir as suas expectativas e seus desejos, como também as suas incertezas e preocupações nas complexas situações do mundo de hoje.

A Reunião pré-sinodal – afirma ainda a nota – contribuirá para enriquecer a fase de consultação já iniciada com a publicação do “Documento Preparatório” e o relativo “Questionário”, com a abertura do site online onde estão inseridos um Questionário para os jovens e informações do Seminário Internacional sobre a condição do mundo juvenil, realizado no último mês de setembro. O Fruto dos trabalhos da Reunião será oferecido aos Padre Sinodais, junto com outra documentação, para favorecer a sua reflexão e aprofundamento.

A data do encontro foi escolhido para permitir a participação de todos, na conclusão dos trabalhos, na celebração Eucarística do Domingo de Ramos com o Santo Padre na Praça São Pedro por ocasião do 23º Dia Mundial da Juventude de 2018 sobre o tema: “Não tenhas medo, Maria! Encontraste graça junto a Deus”. (SP)

 

 

(FONTE: Rádio Vaticano News - 04/10/2017)

Diocese de Janaúba expressa pesar por tragédia em creche da cidade

Na pessoa do bispo, Dom Ricardo Brusati, diocese se solidariza com as vítimas do incêndio que tirou a vida de crianças e de uma professora

 

A diocese de Janaúba (MG) emitiu nota de pesar nesta quinta-feira, 5, pela tragédia ocorrida em uma creche da cidade: um vigia ateou fogo ao local, resultando na morte de seis crianças e de uma professora. O vigia Damião Soares dos Santos, de 50 anos, também faleceu.

Diante da tragédia, a diocese, na pessoa de seu bispo, Dom Ricardo Brusati, lamentou o ocorrido e expressou solidariedade aos familiares das vítimas, colocando-se à disposição para amenizar seu sofrimento.

“Nosso bispo, juntamente com o todo o clero de Janaúba e lideranças religiosas, já estiveram e continuam acompanhando de perto toda essa tragédia”, informou a nota da diocese.

Na nota, a diocese também pede que aqueles que possam colaborar com doação de sangue se dirijam ao Hemominas da cidade de Montes Claros e façam a doação em ato de solidariedade e amor. “Vamos continuar em oração e atentos às necessidades dos nossos irmãos e irmãs”.

O município de Janaúba decretou luto oficial de sete dias em solidariedade às famílias envolvidas na tragédia.

 

(FONTE: noticias.cancaonova.com 06/10/2017)

LEV leva "A Teologia do Papa Francisco" para Feira do Livro de Frankfurt

AP4173173 ArticoloCidade do Vaticano (RV) – A Livraria Editora Vaticana (LEV) estará presente na 71ª edição da Frankfurter Buchmess - a grande feira internacional de editoria que se realiza em Frankfurt, Alemanha, de 11 a 15 de outubro. No mesmo estande, também a presença dos Museus Vaticanos e da Conferência Episcopal dos Estados Unidos.

A LEV leva o melhor de sua mais recente produção e dos próximos lançamentos. Entre os volumes em preparação: “Um abbraccio di speranza”, de Edmondo Caruana e Lorenzo Tagliaferri, que apresenta uma coletânea das palavras do Papa Francisco dedicadas aos doentes, desde o início de seu pontificado.
Segue-se “Il cammino dela sperança”, o 15º volume da Coleção “As palavras do Papa Francisco”, que reúne as Catequeses das Audiências Gerais das quartas-feiras do Pontífice desde 1º de março até 27 de setembro de 2017.

E “Dal chiodo alla chiave. La teologia fondamentale di Papa Francesco”, de Michelina Tenace, que oferece uma contribuição de nove professores do Departamento de Teologia Fundamental da Pontifícia Universidade Gregoriana, que procuram responder à uma pergunta fundamental: “De qual teologia a Igreja tem necessidade?”.

E para a LEV, a pérola preciosa para esta edição da Feira internacional é justamente a coleção “La Teologia di Papa Francesco”, obra nascida com o objetivo de mostrar qual é a teologia subentendida nas palavras e nos gestos do Pontífice.

A coleção reúne 11 volumes, escritos em maneira cativante e capazes de mostrar com rigor e ao mesmo tempo simplicidade, as raízes profundas do pensamento e da ação do Papa Francisco.

O projeto editorial, coordenado por Roberto Repole, é enriquecido pela colaboração de teólogos de ponta do atual panorama eclesial, como Lucio Casula, Marinella Perroni, Peter Hünermann, Marko Ivan Rupnik, Aristide Fumagalli, Juan Carlos Scannone, Piero Coda, Santiago Madrigal Terrazas, Carlos Galli e Jürgen Werbick. (JE)

 

 

(FONTE: Rádio Vaticano News - 06/10/2017)

Audiência: “A esperança cristã nos leva sonhar com um mundo melhor”

6O Papa indica que a monotonia o tédio e a melancolia causam uma erosão interna que nos deixa vazios

 

 

O Papa Francisco nesta quarta-feira fez a audiência na praça de São Pedro, onde chegou com o jeep aberto, e ao passar pelos corredores cumprimentou a muitos dos cerca de trinta mil fieis, antes de iniciar a catequese sobre a Esperança cristã. 

“A esperança, virtude que move o coração a buscar um futuro melhor, mesmo em meio às amarguras presentes da vida, pode se deparar com alguns obstáculos”, disse. E precisou que “o primeiro inimigo da esperança é a ilusão da saciedade, de achar que já se possui tudo, que não é necessário desejar mais coisa alguma”. 

“Ao contrário -indicou o Sucessor de Pedro- a esperança é a virtude dos humildes, daqueles que não se contentam com as garantias alcançadas, mas estão sempre buscando um bem mais precioso, capaz de mudar este mundo. Por isso, o pior obstáculo para a esperança é o coração vazio”. 

O papa Francisco reconheceu que “trata-se de um perigo que nos ameaça a todos, mesmo aos cristãos” e que “os antigos monges alertavam para a tentação da acídia, ou seja, de nos deixarmos levar pela monotonia, tédio e a melancolia, que causam uma erosão interna que nos deixa vazios”. 

Por isso assegurou “devemos combater essas tentações, na certeza de que Deus nos criou para a felicidade; para isso invoquemos o nome de Jesus, que venceu o mundo e é capaz de vencer em nós tudo aquilo que se opõem ao bem”. E concluiu: “Ele não deixará que nos roubem a esperança”. 

“Saúdo todos os peregrinos de língua portuguesa, em particular os fiéis de Arruda dos Vinhos e Sobral e os diversos grupos do Brasil. Queridos amigos, a esperança cristã nos leva a olhar para o futuro como homens e mulheres que não se cansam de sonhar com um mundo melhor. Que Maria, causa da nossa esperança, vos guie nesse caminho”.

[FONTE: ZENIT. Disponível em: <https://pt.zenit.org/articles/audiencia-a-esperanca-crista-nos-leva-sonhar-com-um-mundo-melhor/> 27 de Setembro de 2017.]

 

Papa: reconhecer-se pecador é a porta para encontrar Jesus

2010065 Articolo“A porta para encontrar Jesus é reconhecer-se pecador”, afirmou o Papa Francisco na Missa celebrada na manhã desta quinta-feira, na Capela da Casa Santa Marta.

Sua homilia repassa a conversão de São Mateus - festejado hoje pela Igreja - episódio retratado pelo pintor italiano Caravaggio em uma tela muito cara à Francisco.

Três as etapas do acontecido: encontro, festa e escândalo. Jesus havia curado um paralítico e encontra Mateus, sentado no banco dos impostos. Fazia o povo de Israel pagar os impostos para depois dá-los aos romanos e por isto era desprezado, considerado um traidor da pátria.

Jesus olhou para ele e disse: “Segue-me”. Ele levantou-se e o seguiu, como narra o Evangelho do dia.

De um lado, o olhar de São Mateus, um olhar desconfiado, olhava “de lado”. “Com um olho, Deus” e “com o outro o dinheiro”, “agarrado ao dinheiro como pintou Caravaggio”, e também com um olhar impertinente. De outro, o olhar misericordioso de Jesus que – disse o Papa – olhou para ele com tanto amor”.

A resistência daquele homem que queria o dinheiro “cai”: levantou-se e o seguiu. “É a luta entre a misericórdia e o pecado”, sintetiza o Papa.

Leia mais...

Encontro da Província Eclesiástica de Mariana

xEncontro-da-Provincia-990x390.jpg.pagespeed.ic.3M8L x b93No dia 21 de setembro de 2017 aconteceu em João Monlevade (ARPAS), A 2ª reunião do corrente ano da Província Eclesiástica de Mariana. Fazem parte desta Província: Arquidiocese de Mariana, Diocese de Caratinga, Diocese de Governador Valadares e Diocese de Itabira – Cel. Fabriciano.

Nesta reunião, todas as Dioceses da Província se fizeram presentes, com a participação dos Bispos, Padres, Diáconos, Religiosos(as) e Lideranças Leigas.

Leia mais...

Diácono João Carlos em Missão nos Estados Unidos da América

Missam-nos-EUA-Dianoco-João-Carlos-2017-990x390O casal diácono João Carlos e Maria Luíza Medeiros, estão em missão na Arquidiocese de Boston, Massachusetts. O casal foi convidado por Padre Miguel Gonçalves (Congregação Orionita), responsável pelo Apostolado Brasileiro na Arquidiocese de Boston/MA. A missão dos brasileiros pertencentes a Paróquia Senhor do Bonfim, Diocese de Itabira – Coronel Fabriciano, consiste em ministrar formação às famílias brasileiras na cidade de Boston e região: Worcester, Everett, Allston, East Boston.

Leia mais...

Dom Aloisio é nomeado novo bispo da Diocese de Sete Lagoas

Dom-Aloísio-Jorge-990x390O Vaticano anunciou nesta quarta-feira (20) o novo bispo da Diocese de Sete Lagoas (MG): Dom Aloísio Jorge Pena Vitral.

Ele sucede a Dom Guilherme Porto, que, em conformidade ao Cânon 401 §1º do Código de Direito Canônico, pediu renúncia após completar 75 anos.

A Diocese de Sete Lagoas, através do setor de comunicação, agradece a Dom Guilherme pelos 18 anos de dedicação ao povo de Deus e deseja a Dom Aloísio êxito em sua nova missão.

Dom Aloísio foi ordenado bispo no dia 25 de março de 2006. Natural do Rio de Janeiro (RJ), ele nasceu em 23 de abril de 1955. Fez filosofia em Brusque (SC) e teologia no Instituto Teológico de Taubaté (SP) e na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MINAS), em Belo Horizonte. Estudou ainda sociologia, comunicação, direito e Pastoral Familiar na Escola Superior de Estudos Sociais em Brusque (1977 – 1980). Seu lema episcopal é “Revestido de profunda misericórdia”. Atualmente Dom Aloísio era bispo na Diocese de Teófilo Otoni de onde veio transferido.

Leia mais...

No TWITTER

No Facebook